Monday, March 24, 2014

Para minha adorável Imy

Nesse atual momento da sua vida sei que ler esta carta deixara você um pouco mais animada. Pra começar gostaria de te dizer uma frase bem clichê: Tudo na vida passa, você descobrirá isso e não mais sofrera no futuro. É bem verdade que você não me conhece, não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem quem é você, conheço suas angustias, sei o que te aborrece e o que te deixa radiante de felicidade, conheço suas inseguranças e por isso resolvi escrever-te pra te dizer que tudo, mas tudo mesmo que você esta passando agora um dia chegara ao fim.



Em primeiro lugar gostaria de lhe pedir um imenso favor posso? eu sei que um grupinho de meninas na sua faculdade fizeram coisas horríveis com você, te magoaram duramente, te caluniaram e fizeram você se sentir sem valor algum, e que só de lembrar-se disso faz você sentir um nó bem grande na garganta, mas pense junto comigo: Grandes mentes como a sua discutem ideias, mentes pequenas discutem pessoas, são pessoas microscópicas e não valem a pena, não absorva cada ofensa e não se feche pra vida como você tem feito e principalmente não perca a fé nas pessoas, você tem se esquivado do mundo com medo de ser magoada novamente, mas posso lhe garantir que ainda existem pessoas boas no mundo, você é linda isso mesmo: L I N D A, inteligente, esforçada, dedicada e um milhão de adjetivos que só fazem de você uma grande pessoa.
Não seja tão ingênua, não brigue tanto com nossa mãe, tenha um pouco mais de paciência um dia você também envelhecera e gostara que tenham paciência com você, prometa-me que daqui pra frente você falara menos e observará mais, que você não ira se culpar pelo que não deu certo, e que vai aprender a não desistir tão facilmente das coisas. Pelo amor de Deus pare com essa mania horrível de deletar as pessoas da sua vida ao primeiro sinal de decepção, não seja tão critica com as pessoas elas não são perfeitas e você também não é. Esses próximos dez anos que se seguirão eu garanto pra você que nós encontraremos boas amizades no nosso local de trabalho, que amadureceremos muito e que nos tornaremos pessoa mais positivas e sociáveis, que dores passadas serão esquecidas e que conseguiremos coisas que sempre sonhamos na vida e algumas que ainda nem sonhamos, não contarei pra não estragar a surpresa.

Falando dos seus sentimentos, eu odeio ter que falar pra não te deixar triste, mas você receberá uma péssima noticia em relação AQUELA PESSOA, ele ira se casar. É isso mesmo que você leu. Você descobrirá por acaso e sentirá como se fosse uma bofetada bem forte na cara e um soco no estomago e você vai chorar como tantas vezes, vai sofrer, vai se descabelar, mas isso também vai fazer parte do seu crescimento e da pessoa que você se tornara, anos depois vocês vão se reencontrar e você pensara que as coisas irão se ajeitar, mas infelizmente você vai se enganar novamente e no futuro você cortara todos os laços até os mais insignificantes e só vai lembrar que esse cara existiu na sua vida quando pensar nas coisas ruins que você fez questão de deletar. Ele não vale tanto a pena como você pensa vá por mim. Resolvi te avisar de ante mão porque amo muito você e não quero que nada nem ninguém te magoe. 

Você aprendera que pessoas vão e vem na sua vida, passe um pouco mais de tempo com a nossa amada avó Caetana, pois daqui alguns anos não teremos mais aquele colinho e aquele abraço gostoso e o cheirinho dela só pra nós e isso causara uma grande falta nas nossas vidas, não dê tanto cartaz pra pessoas que reclamam de tudo, fique longe de pessoas fofoqueiras e negativas, estude bastante como sempre fez e não se compare tanto com os outros, pare de se punir por coisas que você poderia ter feito e não fez. Continue valorizando sua família, agradecendo a Deus todos os dias pelo irmão palhaço que você tem e que te mata de rir todos os dias e pelas irmãs companheiras que Deus te deu.  

É isso que gostaria de te dizer minha doce e adorável Imy você é a pessoa mais importante da minha vida, espero não ter deixado você ansiosa com tantas informações a respeito do futuro.

Ps: sobre as fotos, a primeira é você e suas irmãs Iselena e Ivilena  se auto retratando e a segunda sou eu numa cervejaria em Bruxelas. sim nós demos um giro pelo mundo outro dia  e que belo mundo. Posso dizer a julgar pelas fotos que iremos melhorar com o tempo.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva do site Rotaroots.
A ideia original é a de escrever uma carta para você 10 anos mais jovem, mesmo não fazendo parte resolvi escrever pra imy dez anos mais jovem porque achei a ideia muito bacana.

Saturday, March 01, 2014

A paleta de cores da minha vida




Existem pessoas que colorem a vida da gente, que fazem falta quando não estão por perto, e que com certeza sem essas pessoas a vida seria um preto e branco muito sem graça, e como dizem por ai que a vida é da cor que a gente pinta essas pessoas devem ter nascido com o dom de sair por ai colorindo a vida dos outros com uma paleta de cores, um pincel extra grande e uma caixa de lápis de cor de 48 cores.


Nascida sob o signo de peixes, ela odeia comida sobreposto com o gosto doce, é determinada, inteligente, decidida, morre de amores pela mãe e pela família, é fiel aos amigos e raramente a vejo de mau humor, totalmente desprovida de melanina (tadinha), louca por chocolate, vive ligada nos 220 volts, e eu coitada  nunca consigo acompanha-la, não dispensa uma balada, e um forró, companheira pra todas a horas, ela aguenta meu mau humor, minha impaciência, minha falta de animo e minhas crises rotativas de falta de fé, amiga para o que der e vier e um milhão de adjetivos que eu poderia listar aqui, mas enfim como hoje é seu dia só queria te desejar um "Happy Birthday"dizer pra você Rosane que amo ter você como amiga  e que sua amizade colore muito a  minha vida. Saúde, paz, e tudo de melhor que a vida puder lhe proporcionar.

Sunday, February 02, 2014






"Eu me tornei o que sou hoje aos doze anos, em um dia nublado e gélido do inverno de 1975”.


Esses dias resolvi ler “O caçador de pipas”. Todo mundo conhece esse livro do Khaled Hosseini e a pergunta é: Porque ela resolveu ler o caçador de pipas em 2014 ao invés de ter lido no ano de 2004 quando o livro foi lançado e fez um grande sucesso no mundo todo? Naquela época eu ainda não tinha me formado, não trabalhava, não tinha dinheiro sequer pra tomar um sorvete de casquinha do Mcdonald's, os livros que lia normalmente eram emprestados de algum amigo ou da biblioteca, e não me lembro se quer de alguém que tenha tido o interesse de ler esse livro há dez anos atrás. Resumindo: a vontade de devorar todos os livros do mundo era grande, mas a grana era bem curta.
Para quem não leu O Caçador de Pipas, o livro fala de Amir e Hassan, dois afegãos amigos desde pequenos. Quando criança, Amir presenciou Hassan sofrendo um ato de violência e não fez nada para ajudá-lo. O arrependimento vai perseguir Amir por toda a sua vida, mesmo depois de perder contato com Hassan, se mudar de país, casar, ter filho. Um dia, ele tenta reparar o passado e melhorar a imagem que tem de si mesmo. Há tempos eu não lia um livro que mexesse tanto comigo e me fizesse parar pensar em muitas coisas e me deixar tão emotiva e super emocionada. Você pode adiar a leitura de um livro por anos ou até mesmo décadas como eu acabei fazendo com o caçador de pipas, mas não há como negar que algumas histórias tocam a alma das pessoas. Algumas histórias conseguem ser boas o suficiente para comover milhões de pessoas que podem ser bem diferentes umas das outras e todas elas choraram lendo O Caçador de Pipas. A moda pode ter passado, mas O Caçador de Pipas conseguiu comover pessoas do mundo todo, e isso, para mim, é um grande mérito.

Saturday, February 01, 2014

Una hermosa canción de mi amada España

Sin mucha explicación, esta hermosa canción habla por sí misma y se expresa exactamente lo que siento cuando me acuerdo de mi estancia en tierras españolas.

Friday, January 31, 2014





"Preciso admitir, sou muito irônica, e grossa as vezes, um pouco meiga de vez em quando. Gosto do meu lado apaixonada, mas quase nunca aparece. E meu lado safado chega a me assustar. Protetora e ciumenta ao extremo. Tenho um gênio difícil e um temperamento forte. As vezes sou barraqueira, outras, calma até demais. Dura como uma pedra e frágil como um vidro. Um poço de orgulho, e mais conhecida como a rainha do drama, essa sou eu. E sabe o que mais me assusta? "AINDA TEM GENTE QUE GOSTA."

Tuesday, January 28, 2014


8 bilhões de pessoas no mundo não é de se estranhar que uma hora ou outra eu sinta uma súbita vontade ser especial. Desde que o Facebook tomou o status de a “modinha do momento” todo mundo resolveu arrumar sua vitrine e mostrar ao mundo a que veio fazendo caras e bocas para a pobre rede social já tão carregada da vasta população anônima querendo um lugarzinho ao sol. Não tenho como meta na vida virar uma celebridade sobrecarregando as pobres redes sociais com 5000 fotos nas mais variadas poses, ou mostrar o quanto sou feliz e realizada classifiquei apenas alguns momentos especiais da minha vida em que me senti uma celebridade.

a) Todo ano uma entre três mulheres ficam grávidas tomando anticoncepcional em 1978 foi à vez da minha mãe. Imagina só como foi legal crescer ouvindo minha mãe dizer que eu só nasci por que um dia eu fui um espermatozoide muito insistente que teimou em fecundar o tal do óvulo. Nossa me sinto uma vitoriosa!!!

b) Quase ganhei o nome de Tatiana, mas minha mãe resolveu me dar um nome de margarina Milhena (como sofri na infância), mas achando pouco e pra lascar tudo de vez ela resolveu acrescentar não sei por que cargas d’água um simpático “I” na frente o que se transformou em Imilena e dai pra frente o desmantelo foi total porque até hoje ninguém escreve, diz ou acerta meu nome de primeira, mas mesmo assim sou feliz porque não tenho homônimas pelo mundo e isso faz de mim um tanto quanto um pouco mais especial.

c)Fui à primeira criança da minha sala do pré-primário a aprender a ler, o orgulhinho da tia Luzia (minha professora do fundamental) minha vaidade ia longe quando ela me mandava ler na frente dos outros alunos e me apontava como exemplo, só o que me faltava mesmo era aprender a dar autógrafos.

d) Você sabia que existe uma pessoa no mundo que não sabe fazer careta, assobiar e que fez anos de aula de dança, mas que hoje em dia não dança nem sob a mira de um revolver¿ sim sou eu mesma.

e) Não tenho tatuagens, nem franja, nem piercing, não bebo nem fumo e odeio baladas e jamais dormiria com algum portador do cromossomo “Y”( leia-se: homem) sem ter pelo menos um grau numero 1 de intimidade. Sim eu vivo neste planeta e sou muito feliz.

f) Na minha família fui a primeira me formar na universidade, ingressar numa pós-graduação ( mestrado e doutorado) e morar fora do país. O que neste tópico deveria fazer eu me sentir, um tanto orgulhosa de mim mesma faz com que eu me sinta um ET porque definitivamente atingi um nível de conhecimento onde tem horas que penso que as pessoas da minha família não entendem o que eu falo ( será que estou sendo esnobe¿) 

Monday, January 27, 2014



Pode até parecer que eu esteja fazendo um baita drama e não seria diferente por me achar “A rainha do drama”. O fato é que ando cansada e antes fosse cansaço físico. Ando cansada das pessoas serem tão iguais, Não sei dizer se amadureci ou se minha capacidade de criticar tomou proporções desmedidas, ando cansada de tudo: da modinha que permeia o mundo, das pessoas fúteis, de coisas que não me acrescentam absolutamente NADA. Originalidade, caráter, e boas maneiras parecem que viraram artigo de luxo nos tempos de hoje ou itens de pouca ou nenhuma necessidade. E o que eu faço com a minha falta de fé nas pessoas e na humanidade quando sei que não sou uma ilha e isolar-me seria uma solução bem drástica¿ Pergunta sem resposta. Ando com uma preguiça profunda da humanidade. Diante do exposto não é de se estranhar essa minha cara de poucos amigos, o porquê de eu não sorrir tão facilmente pras pessoas, e o porquê não procuro se amigável. Eu até que me esforço mais do que deveria, mas sempre que tento ser simpática acabo levando um balde de água gelada na cara. Nos últimos tempos eu criei uma maneira bem pouco convencional de autodefesa e às vezes penso que vivo numa masmorra cercada de proteção por todos os lados onde pouquíssimas pessoas são convidadas a entrar e entre as que eu quero que permaneçam por lá a porcentagem é menor ainda.

Saturday, January 11, 2014

Maratona Literária 2014


No ano passado eu simplesmente cheguei atrasada e perdi o prazo para as inscrições da maratona literária, esse ano fiquei de olho e o site www.cafecomblablabla.com.br lançou o desafio um pouco mais cedo e mesmo com todas as obrigações de final de doutorado resolvi participar e desafiar meus limites. O Desafio consiste em:
a) Criar um post no seu blog ou no seu mural do Facebook ou Skoob anunciando a sua participação e a sua meta.
b) Publicar o link do seu post no formulário de inscrição da pagina.
A maratona acontecerá entre os dias13/01 e 19/01.
As inscrições ficarão abertas até às 23h59 do dia 12/01.
Então mãos a obra e vamos que vamos!!!

Friday, January 10, 2014

RETROSPECTIVA LITERÁRIA 2013



Demorou.... mas, acabei fazendo uma retrospectiva do que andei lendo no ano que passou.
Não posso dizer que o ano de 2013 foi muito produtivo para mim literariamente falando, li apenas 25 livros (vergonha), mas, tive bons motivos para isso: Estive por ai contabilizando felicidades ao redor do mundo, conhecendo lugares lindos, fotografando paisagens,  provando novos sabores, conhecendo novas culturas e enriquecendo minha bagagem cultural, o que de fato não foi nem de longe ruim, foram experiências muito enriquecedoras e que iniciam um novo ciclo na minha vida: O ciclo do DNA viajante de alguem que nao quer parar quieto em lugar nenhum de agora em diante.

LIVROS LIDOS: Um dia, Rosinha minha canoa, Como fazer alguém se apaixonar por você me 90 minutos, O preço do amor, Giane, O sári vermelho, Feia, Vozes roubadas, O amor pode dar certo, Toda sua, Profundamente sua, Aos meus amigos, Crônicas de repórter, A revolução dos bichos, Para sempre sua, Lolita, O lado bom da vida, O grande Gatsby, Resposta certa, A vida como ela é, Os colegas de Anne Frank, O Fantasma, Paixão sem limites.

A minha lista literária de 2013 foi bem diversificada, houve desde livros chorantes: o amor pode dar certo e livros que fizeram pensar: A revolução dos bichos que faz uma critica ao governo sobre até onde o poder pode levar, Geroge Orwell usou os bichos como figuras eufêmicas para mostrar que qualquer um pode mostrar sua verdadeira faceta, basta que para isso se tenha um pouco de poder nas mãos. Houve livros apaixonantes: Um dia e livros que me deram um verdadeiro nó no estomago: Lolita e ainda livros que me deixaram um pouco deprimida: O grande Gatsby e livros que nada representaram: O lado bom da vida.

NO BATE BOLA COM OS PERSONAGENS POSSO ELENCAR:
O casal mais fofo do ano: Dexter e Emma Morley.
Virei à noite lendo: "Feia" da Constance Briscoe.
O livro mais chato: "Aos meus amigos" da Maria Adelaide Amaral, esperava bem mais desse livro, pois adorei a minissérie apresentada pela globo em 2008.
O livro que me deu reações físicas: "Lolita". Um nó no estomago é assim que posso dizer que me senti depois de ter lido esse livro.
O livro mais chorante do ano: Não houve livros chorantes no ano de 2013, apesar de ter lido alguns dramas, nada me fez chorar de soluçar.
 O melhor livro de 2013:

O sári vermelho do autor Javier Moro. Comprei numa livraria quando estive participando de um congresso em Aracaju e posso afirmar que foi a melhor e mais produtiva leitura do ano, pois o livro se encaixa em todas as categorias que possam classificar um bom livro em minha opinião: bem escrito, informativo, um livro que me fez parar pra pensar, autobiográfico com milhões de informações que eu não conhecia sobre a historia política da Índia. O livro relata o romance de Sonia Gandhi uma italiana que se tornou parte de uma das famílias mais poderosas da Índia ao se casar com o filho de Indira Gandhi. Rajiv foi morto num atentado em 1991. Por amor, Sonia mudou para a Índia e se tornou tanto quanto possível uma típica indiana, que na cozinha fazia lasanhas maravilhosas para toda família. O mais interessante desse livro é mesmo a história política de um país subdesenvolvido, tão diferente do nosso. Uma excelente leitura para quem é apaixonada por romances autobiográficos como eu.

Thursday, January 09, 2014




Dei um giro pelo mundo: Portugal, Espanha, Valencia, Madri, Barcelona, Alicante. Murcia. Ouruela, Salamanca, Xábia, Paris, Amsterdam, Bélgica, Milão, Roma, Vaticano, Munique Dusseldorf.
Entrei e sai das redes sociais em voga nesse mar sem fim chamado internet: Facebook, twitter, Linkedln, instagram,
Depois de um ano morando fora do Brasil e de sentir falta das coisas mais simples como tapioca, farofa, baião de dois e apesar de não ter percorrido nem um terço de tudo que ainda desejo conhecer nesse planeta azul. Confesso: SENTI FALTA DISSO AQUI. Apesar do sumiço, do pouco tempo por causa das obrigações de final de doutorado, da falta de inspiração, da preguiça para postar coisas novas e do corre-corre habitual que virou minha vida neste ultimo ano a boa filha a casa retorna e confesso mais uma vez SENTI FALTA DISSO AQUI MESMO. E essa é única rede social que não pretendo me desfazer. Um lugarzinho no mundo pra chamar de meu e que qualquer um pode chegar.